/ governosp

Publicações | Criação Literária

Lilian do Rocio Borba analisa textos de vários gêneros e disseca criação literária

Foto: Fausto Cabral Costa

Na oficina O Texto Desvendado: Estratégias Discursivas em Diferentes Gêneros Textuais, ministrada em outubro, na Biblioteca Parque Villa-Lobos, Lilian do Rocio Borba analisou textos de diversos gêneros, e apontou as principais estratégias textuais, discursivas e linguísticas que os estruturam. Foram apreciados discursos  publicitários, literários, jornalísticos, memes e textos da esfera digital. "Ler é produzir sentidos a partir de conhecimento de mundo, de conhecimento histórico, de conhecimento de outros textos e de conhecimentos de linguagem", diz ela.

Outros gêneros foram incorporados à análise de textos nas aulas, os cartuns, as charges e as tiras, em função da morte recente do artista argentino Quino (1932-2020), criador da Mafalda. A professora analisou com os alunos frases da personagem contestadora e rebelde, além de se deter sobra as escolhas do autor na configuração do desenho e das palavras.

Como primeiro exercício foi proposta a análise de um texto de Ricardo Ramos intitulado “Circuito fechado”. Contando só com substantivos, o escritor descreve a rotina de um publicitário. Aos alunos coube decifrar cenário, tempo e interpretar as intenções do autor, com o objetivo de identificar as estratégias para a construção do conteúdo. A professora também tratou da aplicação dos denotativos e conotativos, da subversão das frases e do uso da ironia para imprimir sentido aos textos. 

As relações intertextuais, as adequações de estilo para as diferentes audiências e leitores, além da necessidade de ativação do conhecimento para a interpretação das obras constaram ainda das abordagens desta primeira aula. As referências dos mais de 30 alunos participantes da oficina fizeram parte deste primeiro encontro e, entre eles, surgiram escritores dos mais variados estilos como Mia Couto, Valter Hugo Mãe, Guimarães Rosa, Margaret Atwood, as irmãs Brontë, Edgard Alan Poe e Luisa Geisler.

Leia também

Foto-resenha: performance nascida da poesia

Por qual perspectiva podemos olhar o poeta Manoel de Barros? Este pode ser um ponto de partida, um recorte ou fotografia para entendermos a oficina “Foto-resenha: uma performance a partir da poética de Manoel de Barros”, realizada no mês de outubro, dentro do projeto Literatura Brasileira no XXI,...

Leia Mais!
O palhaço e o poeta

As palavras de Manoel de Barros são feitas de graça, aquela graça considerada sublime, bela e elegante. O palhaço também usa a graça como ofício, mas aquela graça da gargalhada, da alegria, da diversão. O que os dois afazeres tão distantes têm em comum? A resposta está na oficina Foto-resen...

Leia Mais!
Inspiração Luiz Gama: chama

O dia 4 de setembro de 2021 ficará gravado em minha memória.Meses antes, quando elaborei a oficina “Inspiração Luiz Gama: escrever sobre si, o Brasil e o mundo hoje”, encontrava-me, como milhões de pessoas em nosso país e no planeta, ainda em obediente isolamento. Todos trancados numa aeronav...

Leia Mais!
Oficina celebra obra jornalística do advogado e ativista abolicionista Luiz Gama

Dono de uma história de vida fascinante – Luiz Gama foi ex-escravo que veio menino da Bahia e que se tornou um grande tribuno do júri na defesa gratuita de escravos - suas ações de luta pela liberdade foram legitimadas nos campos político, jornalístico e jurídico.Seu principal legado, no en...

Leia Mais!
O peso da caneta

Certa vez perguntei à minha mãe como ela fazia para viajar. E dela ouvi: “Ué, eu observo tudo ao meu redor. Quando o ônibus para eu olho quem é o motorista, a cor, vejo quem sentou do meu lado...” Desse modo não se perde. Contou-me que tal modo de viajar aprendera com seu pai. A pergunta, apa...

Leia Mais!
Oficina apresenta peculiares conexões entre analfabetismo e livros

Ensinamentos e debates sobre as peculiares conexões entre o analfabetismo e os livros guiaram a oficina on-line “Analfabetos personagens da literatura: do estigma à vida”, que aconteceu aos sábados, dias 10, 17, 24 e 31 de julho, integrando a programação da Biblioteca de São Paulo. Com condu...

Leia Mais!